fbpx

Outono, tempo de recomeços

Durante muito tempo eu olhei para o outono como uma estação de tristeza e perda. Afinal, o outono significava o fim das férias de verão e do calor, a altura em que as folhas começam a cair e as flores a morrer. Os dias tornam-se mais pequenos e sombrios e o frio e a chuva aparecem. E eu sempre gostei de sol, calor e poder andar lá fora…

Mas com o passar dos anos, esta minha perspetiva foi-se alterando, como aconteceu a tantas outras. Não posso dizer que esta é a minha estação preferida, mas sem dúvida, aprendi a ver a beleza que existe nela e a reinterpretar o seu significado.

Na verdade, o outono é uma lição que a natureza partilha connosco sobre o significado da perda e do despreendimento. Uma lição de adaptação e resiliência.

As folhas caem das árvores e as flores morrem, para poderem sobreviver ao frio do inverno que se aproxima. Só assim é possível que a vida continue a existir.

Quantos de nós não nos agarramos às coisas que já não nos fazem falta, com medo da dor que a perda representa? Eu já o fiz demasiadas vezes, confesso… Talvez ganhássemos mais se seguíssemos o exemplo desta nossa mãe natureza e nos desprendêssemos das tantas coisas que não nos fazem falta. E isto é tão válido a nível das emoções como a nível material.

Não haverá espaço nos nossos corações e nas nossas mentes que possamos libertar de sentimentos e pensamentos que já não nos trazem benefício nenhum, dando espaço a outros mais produtivos?

Da mesma forma, não teremos as nossas casas (armários, secretárias, carteiras, etc…) carregadas de coisas que já não usamos, nem nos lembramos que existem e que poderia ser muito mais úteis a outras pessoas?

Com a chegada de mais um outono, gostaria de deixar aqui dois convites:

1- Aproveitar a chegada da nova estação para parar um pouco e refletir um pouco sobre todas as coisas que já não nos fazem falta e, se possível deixá-las ir…se não todas, pelo menos algumas.

2 – Partilhar com os nossos filhos e/ou alunos esta perspetiva sobre o outono. Para que eles cresçam com uma postura diferente da minha sobre esta estação e, naturalmente vão adquirindo o hábito de distinguir as coisas que já não lhes fazem falta e largá-las sem que isso represente uma perda, mas antes uma oportunidade de renovação.

Porque é isso que o outono representa: uma altura de renovação, de recomeços e de novas oportunidades!

Partilha:

2 comments

  1. Alimentação Sem Segredos

    Responder

    Concordo plenamente com esta visão sibre o outono! Para mim, também é renovação, recomeço. ☺️♥️

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *