fbpx

Todos nós queremos criar memórias felizes nas nossas famílias, certo?⁠

Todos nós desejamos o melhor para os nossos filhos e sem dúvida a felicidade é o patamar máximo que podemos aspirar atingir.

Mas se hoje aqui venho falar em memórias felizes é porque acredito que quando as criamos com os nossos filhos estamos a dar-lhes uma base sólida e fundamental para o seu desenvolvimento enquanto pessoas e cidadão.

A sociedade em que vivemos hoje em dia parece estar cada vez mais alicerçada no descartável (desde os bens de consumo às emoções) e nos gadgets tecnológico. Tudo acontece à velocidade de um clique e somos constantemente expostos a doses elevadas de informação e estímulos.

Enfim, o tempo parece nunca chegar para nada e no meio de tanta coisa muitas vezes os nossos filtros acabam por não funcionar como deviam.

Quero eu dizer, acabamos por nos focar na quantidade de coisas que acontecem e não tanto na qualidade dos momentos que vivemos. Acabamos por viver com as prioridades trocadas, embora na nossa mente consciente todos nós saibamos quais são as coisas importantes da vida.

Sim, no fundo todos nós queremos criar memórias felizes na nossa família, todos queremos que as relações que existem no seio dela sejam os alicerces que nos estruturam, mas tantas vezes no meio da correria e de tudo que há para fazer, a verdade é que não conseguimos dedicar a atenção que gostaríamos a esta tarefa.⁠

No entanto, é importante pararmos para tomarmos consciência do que queremos e alinharmos as nossas ações com os nossos valores, pois é o conjunto entre ambos que rege a forma como os nossos filhos se desenvolvem e os adultos que se tornarão no futuro.

E eu acredito que crianças que crescem com memórias felizes são mais propensas a tornarem-se adultos mais responsáveis e mais conscientes.

Por isso, para te ajudar hoje resolvi trazer 3 pequenas dicas para te inspirar a criar estes momentos. Na verdade, são coisas tão simples que se calhar nem se podem chamar de dicas. Serão talvez mais lembretes de 3 estratégias que podes seguir no teu dia-a-dia, na tua rotina, mas que certamente serão bastante poderosas:

Senta-te um momento com os teus filhos a ler um livro

Eu disse que eram coisas simples, não disse??

Este é um hábito que muitas famílias têm e que acredita faz muita diferença. Ainda que sejam 5 ou 10 minutos antes de deitar esta será a última memória que eles guardarão por toda a noite e que os ajudará a começar um dia mais feliz. Porque um livro não é apenas leitura, é uma forma de estimular a imaginação e a fantasia e é também um veículo para explorar novas realidades, incentivar conversas e aprendizagens… entre muitas outras coisas;⁠

Faz jogos frequentemente.

Os jogos, para além de serem excelentes recursos de aprendizagem, são naturalmente divertidos. Quem não se lembra de passar alguns momentos na infância à volta de um tabuleiro de jogo e dar umas boas gargalhadas??

Mas o melhor de jogar é que nem sequer precisamos de utilizar jogos formais, nem sequer precisamos de ter um tempo ou espaço definido para jogarmos.

Há milhões de jogos que podemos utilizar e melhor, que podemos inventar! Qualquer coisa que exista à nossa volta pode dar o mote para um novo jogo: associação de palavras, vocabulário, contar, adivinhar, criação de histórias, etc, etc, etc…

Aliás, esta pode ser uma estratégia que até te pode ajudar a entreter as crianças naqueles momentos em que não há possibilidade de utilizar outros recursos ou até ou quando queres que eles colaborem em alguma rotina diária… se nunca usaste um jogo para ajudar os teus filhos a vestirem mais depressa ou a fazerem os trabalhos de casa, se calhar estás a perder um excelente recurso :p⁠

Incentiva as tuas crianças a utilizarem a sua criatividade em diversos contextos.

Muitas vezes as crianças aborrecem-se por falta de estímulos (ou excesso deles!) ou porque estão demasiado focadas na utilização dos gadgets, mas a sua criatividade pode ser o melhor dos brinquedos.

Quem é que nunca criou mundos e cenários de fantasia na sua mente? Quem nunca se perdeu tempos infindáveis nesses cenários?

A verdade é que a nossa criatividade pode ajudar-nos a alterar a forma como percebemos a realidade e, muitas vezes, até a enfrentar situações negativas com mais resiliência.

Se desde cedo as crianças aprenderem a explorar o seu imaginário, vão sempre encontrar soluções para se entreterem e viver num mundo muito mais feliz criado com base na sua fantasia.⁠

Como vês é bastante simples criarmos momentos felizes nas nossas famílias, que mais tarde se irão converter em boas memórias. Por vezes, a maior dificuldade é lembrarmo-nos destas estratégias no nosso dia a dia.

Partilha comigo de que forma costumas utilizar estas estratégias para criar momentos e memórias felizes na tua família.

Partilha:

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *